Arquivo da tag: noite

Viração

Riu-se
tola
em sua exibição
de espelho

Viu-se
de lado
o perfil em ares
de ironia
cega

Era tarde
e as mulheres
no bar
ludibriavam-se
em suas alegrias
vãs

Era cedo
e os homens
deixavam-se sorver
pelos copos
vazios
mais um
e outros

Todas
tentavam enganar a dor
disfarçada
de sorrisos
de infertilidade sã

Todos
espremiam o sumo
vergastando os olhos
roucos

Viviam
o adormecer
de amores loucos
despertos
em suas entranhas

Elas
mentiras
eles
ilusões

Reflexos
preparando a noite
após o dia
seguinte


Momentum

Naquela noite
desdeu-se
entregou-se ao insondável
e viveu


Lampejo, interior, noite

Cheiro de terra
cadeira de lata, calçada de pedra
mesa de lata
e cerveja barata
com água de vidro escorrida até o chão

Dois transeuntes
um andarilho
três moças apressadas
e algumas vezes levante-se o chapéu

Um cigarro
fumo de rolo, de corda
debulhado em mão
e canivete
daqueles que dobram
e o caboclo carrega na prega da calça
ou no bolso da camisa
de manga curta
“Uma cachaça, por favor.”

O céu piche
as estrelas vaga-lume
a lua, fugida
a terra vermelha
o jeans
surrado
a cor igual

Casebre roto
despida a poeira
do corpo
sono cedo
levante cedo
a primeira água
do dia
fria
é para lavar a alma


%d blogueiros gostam disto: