Inquietude

“Inquietude” é uma série que iniciei em 2004 e cujo motivo continua sendo provavelmente a maior razão da minha escrita. Eu diria mesmo que quase todos (ou todos) os meus textos iniciam com esse sentimento que me faz sentir vivo e sempre reflexivo sobre o universo e as questões humanas.

A inquietude também é a epígrafe que me completa neste blog e em várias outras redes; uma pequena estrofe retirada de um poema que escrevi em 2005 e que, fora o post de “introdução”, pode ser considerado o primeiro texto (re)publicado aqui.

Chega de conversa que ficar explicando Inquietude é “meio que” chover no molhado. Inquietude todo o mundo sente. E pode ler um pouco sobre a minha clicando aqui.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: